dapp

Dapp: o que é e para o que serve

 A sigla Dapp vem do inglês Decentralized Application, que significa Aplicativos Descentralizados. Os dapps são aplicativos desenvolvidos com base na tecnologia blockchain.

A maioria dos programas existentes são centralizados, isto é, controlados por uma única pessoa responsável. Essa pessoa guarda todos os dados e os usuários dependem deles para usar o software. Já um dapp funciona de uma forma completamente diferente, pois são aplicativos descentralizados, ou seja, as informações ficam armazenadas na rede blockchain. Eles possuem código aberto, porém qualquer alteração só pode ser executada quando há um consenso entre os participantes.

Assim como o Bitcoin tem o processo de recompensas, no qual os mineradores recebem moedas por contribuir, realizar transações e dar segurança, um dapp também usa o método de recompensa.

O método de recompensa de um dapp funciona assim: são emitidos tokens para permitir o acesso à rede e também para recompensar os usuários. Os tokens são gerados para incentivar a contribuição dos membros na rede.

Classificação de um dapp

Um dapp pode ser classificado em três tipos:

  • Tipo I:  um dapp desse tipo possui a sua própria blockchain nativa, isto é, tem uma estrutura própria, como o Bitcoin, o Ethereum, o Litecoin, o Dash, o Monero e outros.
  • Tipo II: são aqueles que dependem de uma blockchain. Quanto ao funcionamento, apresentam as características de um dapp tipo I e também precisam de tokens. São exemplos de dapp tipo II o protocolo Omini e o Golem.
  • Tipo III: usam o protocolo dapp tipo II e também precisam de tokens para desenvolver sua função. Como exemplo de dapp tipo III, temos a SAFE. A rede SAFE usa o protocolo da Omini.

Como usar os aplicativos descentralizados? 

Os aplicativos descentralizados podem ser usados em diversas áreas, como veremos:

  • Atendimento ao cliente: esse aplicativo pode ser usado para melhorar o atendimento ao cliente. Ele pode ser utilizado por empresas, as quais oferecem atendimento personalizado aos clientes. É um aplicativo que pode melhorar a gestão dos dados dos clientes e também a organização da empresa.
  • Treinamento: essa ferramenta também pode ajudar as empresas por meio de treinamento com gestores e assim melhorar o desenvolvimento do negócio.
  • Empréstimos e educação financeira: em um país no qual as pessoas gastam mais do que ganham e a maioria está endividada, o aplicativo pode ser utilizado para melhorar a educação financeira, ensinando as pessoas a controlar o seu dinheiro.
  • Entretenimento: pode ser usado para jogos e entretenimento. Em alguns jogos, os usuários ganham criptomoedas conforme o desempenho no jogo.
  • Redes sociais: desde a criação do Bitcoin, várias empresas estão investindo nas recompensas para os seus usuários. Com um aplicativo descentralizado, é possível criar redes sociais usando a tecnologia blockchain. Com isso, a plataforma pode recompensar os usuários que indicarem novos participantes. Além disso, é possível aos usuários contribuir com o aplicativo e, assim, receber recompensas por meio de tokens ou moedas digitais.

Vantagens de um dapp

  • Segurança: como são softwares descentralizados, proporcionam um alto nível de segurança, pois se alguém mal-intencionado tentar acessar, terá grande dificuldade, já que as informações são distribuídas de forma compartilhada e, para ter acesso a essas informações, seria necessário se conectar com todas as máquinas que estão ligadas à rede.
  • Transparência: as transações feitas na blockchain ficam armazenadas e podem ser vistas por qualquer pessoa.
  • Comunidade: os usuários podem contribuir para a gestão do aplicativo.
  • Recompensas: além de contribuir, as pessoas também podem ganhar recompensas por participar ativamente.
  • Processamento de grandes volumes de dados: é uma maneira rápida e acessível para processar um grande volume de informações, já que tudo que um programa comum faz, um aplicativo descentralizado também pode fazer.

 Desvantagens de um dapp

  • Complexidade: a complexidade do aplicativo pode dificultar o processo de detectar uma falha ou erro.
  • Crescimento dos dapps: o desenvolvimento de um dapp pode ser dinâmico, porém a blockchain também precisa seguir esse desenvolvimento. Ambos precisam andar juntos para atingir os objetivos.
  • Dificuldade de implementação: em alguns dapps, a programação é bem simples; em outros, porém, já é mais complexa. Os mais complexos podem dificultar o desenvolvimento do aplicativo.
  • Vendas de tokens: no início, sem muitos usuários, os criadores dos aplicativos precisam vender tokens, já que os tokens dão acesso aos serviços.

A tecnologia blockchain veio para ficar. Como vimos, existem diversas situações em que a tecnologia pode ser utilizada. Hoje em dia, alguns estabelecimentos já aceitam moedas virtuais para pagamentos de produtos e serviços. Entretanto, daqui a algum tempo, o pagamento só será feito por meio de criptomoedas, pois até os governos estão se rendendo a essa tecnologia.

Se você não quer ficar para trás, aprenda a comprar criptomoedas. Na plataforma da NovaDAX, existem diversas moedas e tokens para compra e venda, basta escolher uma delas. E, para você negociar Bitcoin, a NovaDAX tem taxa zero. Aproveite!

Compartilhe

Leia mais