plataforma de criptomoedas

Plataforma de criptomoedas: como escolher a melhor

A escolha da plataforma de criptomoedas é uma das mais importantes para o investidor. Afinal, dependendo das práticas de segurança e ferramentas disponíveis, criar uma estratégia de investimento torna-se mais prático e assertivo, ainda mais se considerar a volatilidade do mercado das moedas digitais.

Encontrar a melhor plataforma de criptomoedas demanda tempo e conhecimento do investidor para analisar as qualidades de cada exchange e encontrar o ambiente virtual ideal para receber oportunidades interessantes de investimentos.

Os gráficos de acompanhamento dos criptoativos, por exemplo, são boas ferramentas para entender e prever o comportamento de cada moeda. A NovaDAX é uma plataforma de criptomoedas que oferece essa informação. A seguir, listamos outras opções que vale a pena conferir antes da escolha.

1 – Práticas de cadastro (KYC e AML)

Com a expansão do mercado no território nacional, existem vários modelos de corretora de criptomoedas no Brasil, por isso é importante encontrar aquela que mais atende às suas necessidades. Entre os quesitos que podem ser levados em consideração, estão as práticas de cadastro: KYC e AML.

O Know Your Customer (KYC) é uma expressão que remete à apresentação de informações cadastrais durante a etapa de abertura da conta, enquanto o Anti-Money Laundering (AML) é a investigação que uma exchange realiza para aceitar um cliente, pondo esforços na análise de idoneidade. Essas duas práticas refletem a segurança de uma corretora.

Isso porque, quando há esse cuidado para conhecer os clientes e até aceitá-los, evita-se problemas de vazamento de informações e inovações nos sistemas. Afinal, quem está integrado à plataforma é de confiança.

“Para garantir a segurança, tanto dos usuários da plataforma quanto da empresa, nós possuímos três níveis diferentes de KYC, do básico ao avançado”, comenta Renata Mancini, Head of Compliance NovaDAX, sobre os processos cadastrais da NovaDAX.

Mancini ainda complementa: “Para estar apto a realizar operações na plataforma o cliente precisa completar pelo menos o KYC básico, sem ele o usuário não consegue fazer nenhum tipo de transação. Essa é uma prática comum do mercado e quando se trata da segurança dos clientes todo o cuidado é pouco”.

2 – Reputação da exchange entre investidores

Mesmo a maior plataforma de criptomoedas possui feedbacks negativos. Por isso, ficar atento ao que os clientes já experimentaram é um passo importante para encontrar aquela que irá realizar o seu cadastro.

Seja em sites de reclamações ou até fóruns, existem diversos meios para extrair essas informações. A NovaDAX, por exemplo, possui um canal no Telegram para os investidores exporem as dúvidas e lerem os feedbacks sobre a plataforma de criptomoedas, coletando dados para aprimorar a experiência.

3 – Normas de segurança de dados

Determinar se a plataforma de criptomoedas é segura é outro ponto importante para começar a negociar moedas digitais. Isso porque, como o processo é digital, a exchange precisa garantir que possui padrões de segurança atualizados e prontos para lidar com possíveis vazamentos de informações.

Existem diversas formas de identificar se uma plataforma para criptomoedas é segura. O Certificado SSL e o sistema operacional anti-DDoS são práticas de segurança, por exemplo. Enquanto o primeiro autentica a identidade do site e possibilita uma linguagem criptografada, o segundo ajuda a evitar ataques que sobrecarregam uma rede.

A NovaDAX possui ambos certificados, mas também oferece a licença VQF (Normas de Serviços Financeiros), eficiente no combate à lavagem de dinheiro, tornando a exchange mais confiável.

4 – Existência de um fundo de seguro

Também é possível encontrar uma plataforma de investimento de criptomoedas com um fundo de seguro. Assim, mesmo que essa modalidade de aplicação seja arriscada, é possível torná-la mais segura. Afinal, o investidor possuirá garantias de rentabilidade em situações específicas.

5 – Funções de operações com criptomoedas

As funções fornecidas pelas exchanges também são um ponto importante e que deve ser levado em conta na hora de você fazer o seu cadastro para diversificar as estratégias de investimentos.

Há vários tipos de corretora de criptomoedas com ferramentas que otimizam as operações no mercado. A NovaDAX é uma exchange que possui a função completa de stop limit, oferecendo os recursos necessários para negociar mesmo que não esteja 24 horas na conta, já que é possível programar ações específicas, por exemplo.

Inclusive, você sabia que é possível utilizar criptomoedas como se fossem moedas tradicionais no mercado? Essa é uma experiência que o Cartão NovaDAX propicia. Isso porque, com esse cartão pré-pago integrado com a exchange, você não precisa converter o cripto em real ou dólar: é só utilizá-lo nos estabelecimentos.

6 – Portfólio de criptomoedas

Conferir as criptomoedas disponíveis para a compra e a venda é um requisito importante. Afinal, além do Bitcoin (BTC), existem mais de oito mil moedas virtuais para começar a negociar no mercado.

Assim, quanto mais criptomoedas estiverem prontas para a negociação, maiores serão as chances de diversificar a sua carteira, contando com criptos novos e que estão em estágio de lançamento.

NovaDAX: exchange que atende às suas necessidades

Pronto para começar a negociar no mercado de criptomoedas? Então, venha conhecer a NovaDAX e integrar um seleto grupo de investidores que estão em busca de segurança, diversificação e uma plataforma intuitiva. Confira!

Compartilhe

Leia mais