tokenização de ativos

Entenda o que é a Tokenização de Ativos

Antes de entender o que é tokenização de ativos, você precisa compreender o que é um token. Os tokens são unidades de valor, isto é, são representações digitais de frações de um ativo que possuem valor comercial. Os tokens podem ser tanto bens tangíveis, como equipamentos, imóveis e obras de artes físicas, quanto ativos intangíveis, como patentes, obras de arte digitais e direitos autorais. 

As principais características de um token são a segurança, a transparência e a imutabilidade. Além disso, ele é descentralizado, seguindo as regras dos smart contracts. 

Os smarts contracts são um recurso tecnológico utilizado para tornar as negociações de tokens mais seguras. Eles estabelecem regras, benefícios e penalidades no caso de uma das partes não cumprir com o que foi acordado ou determinado na blockchain. Com o uso dos smart contracts, não há necessidade de terceiros para intermediar a negociação e também não há custos. 

Quando alguém compra um token, o processo para adquiri-lo, bem como a ordem de pagamento, é feito por um acordo via protocolos pré-determinados no smart contract, o qual você e o outro investidor assinaram. Uma compra e venda tradicional requer muita burocracia, é necessário ter vários documentos. Já no meio digital, por meio dos smart contracts, a compra e venda se torna muito mais simplificada. 

Logo, um smart contract permite ter mais transparência e agilidade nas transações, impossibilitando a realização de fraudes nas transações com tokens. 

Saiba que qualquer coisa pode ser convertida em tokens e eles possuem diversas utilidades no mercado. Saber como cada tipo de token funciona é saber estruturar um planejamento para o seu investimento. No momento atual, existem 4 tipos de tokens no mercado. Vejamos as características de cada um: 

  • NFT (Non-Fungible Token): ele representa bens únicos, como obras de arte digitais, porém uma de suas características é que nunca terá o valor igual a outro NFT;  
  • Security Token Offering ou STO: representa um ativo de valor mobiliário, isto é, esse token está atrelado a um ativo, como um título ou uma ação;
  • Payment Tokens: são os tokens utilizados como meio de pagamento, isto é, ele funciona como dinheiro e é usado para transferência de capital em negociações no meio digital, como vendas digitais e e-commerce; 
  • Utility Tokens: essa categoria é muito utilizada para oferecer acesso a informações ou eventos exclusivos, nos quais é necessário antecipação. Logo, é bastante usada em “cupons” de pré-venda de shows ou também para dar liberação de acesso a sites. 

Mas o que significa tokenização de ativos?

Tokenização de ativos é quando há a transformação de um ativo real em um ativo digital. Esse ativo digital é fragmentado em diversas unidades criptografadas, dando origem aos tokens. As transações desses tokens ocorrem dentro de uma rede da blockchain descentralizada de registro público, porém com algumas funções já programadas desde sua origem.  

Como tokenizar um ativo?

 A tokenização de um ativo significa que o ativo será dividido em várias partes, com valores menores e também mais acessíveis. De um ativo real, ele passa a ser um ativo digital. Logo, um ativo tokenizado é registrado na blockchain e nele é possível ter segurança em todas transações. 

Essa tecnologia também permite a descentralização, isto é, os participantes da rede irão garantir a veracidade das condições de uma transação. Vejamos o passo a passo da tokenização de um ativo: 

  • Requisitos necessários: primeiramente é necessário que o ativo selecionado passe pela verificação da plataforma. Na plataforma, é analisado se o ativo possui todos os requisitos exigidos, além de ser verificado se todas as informações estão em conformidade. Se aprovado pela plataforma, um contrato será criado para provar os direitos de quem possui o token;
  • Criação do smart contract: nessa fase são criados os smart contracts. Neles são desenvolvidas todas as regras de venda do token. Após isso, os tokens podem ser apresentados aos investidores; 
  • Divulgação: agora é a hora de divulgar o seu token para os investidores por meio da plataforma tokenizadores. Quem tiver interesse pode acessar a plataforma de investimento e adquirir os direitos de algum tipo de ativo;
  • Governança: após injetarem dinheiro no token, é nessa fase que os investidores terão o retorno referente ao token que compraram.

Conheça três benefícios da Tokenização de Ativos para o seu negócio

 Existem algumas vantagens, nas quais uma empresa pode se beneficiar com a tokenização de ativos. Vejamos: 

  • Redução de custos: como os processos são todos automatizados, é gerada uma economia na emissão de títulos; 
  • Transparência: por ser realizado na blockchain, o processo é transparente e imutável. Os riscos diminuem muito, já que as movimentações do histórico ficam visíveis para todos;  
  • As marcas se beneficiam com NFTs: muitas marcas estão se posicionando nesse mercado, pois é possível se comunicar com os consumidores por meios digitais. 

Se você quer adquirir tokens, basta acessar a plataforma da NovaDAX. Lá também é possível negociar Bitcoin com taxa zero. Negocie seus Bitcoins com a gente e usufrua desse benefício. 

Compartilhe

Leia mais