gráfico de candles

O que é gráfico de candles e como entendê-lo?

Muito comum em aplicativos e sites de trade, o gráfico de candles representa a atuação dos traders e indica visualmente as variadas formações de determinado período. Além disso, ele pode apontar os altos e baixos das compras e vendas, e o equilíbrio entre elas no mercado. Entenda mais sobre esse tipo de gráfico a seguir!

Como funciona um gráfico de candles?

No mercado financeiro, a representação gráfica mais utilizada é o gráfico de candles. Com ele, é possível monitorar preços de abertura, fechamento, máximos e mínimos de forma assertiva e objetiva. Por isso, é essencial entender como essa ferramenta funciona e como fazer uma análise de gráfico de velas.

Sendo assim, é importante saber que as barras verdes no gráfico de velas indicam os períodos em que o preço de fechamento foi acima da abertura, o que mostra uma alta. Já as barras vermelhas indicam que o preço de fechamento foi abaixo da abertura, revelando uma queda.

Também há um pequeno traço vertical nas barras, que representa o preço máximo e mínimo no tempo determinado. É interessante lembrar ainda que, em um gráfico de uma hora, cada barra mostra valores de abertura, fechamento, máximo e mínimo dessa hora. Assim, pode-se monitorar operações lucrativas com candlestick.

Como fazer uma análise de padrões de candlestick?

Como foi possível perceber, a principal função do gráfico é ajudar os investidores a observarem as altas, a lateralização e as quedas no mercado. Para isso, é necessário saber identificar os padrões de candlestick. Entenda:

  • Alta (bull market): os períodos de alta são identificados quando as quedas não formam novas mínimas, somente correções pequenas. Então, ao estudar um conjunto de mais de 20 velas, pode-se ver uma tendência de valorização. Porém, isso depende de se o tempo analisado é de 5 minutos ou de 1 dia;
  • Lateralização: acontece quando o mercado está operando sem uma tendência estabelecida, o que fica conhecido como retângulo ou lateralização. Nesse caso, é possível investir nesses canais, comprando no piso e vendendo na resistência;
  • Queda (bear market): é quando o mercado está em baixa, tornando bastante complicado investir e identificar oportunidades. Por este motivo, nesse cenário, o ideal é fazer compras pequenas e regulares semanal ou mensalmente enquanto espera voltar a alta;
  • Suporte e resistência: também é preciso entender que o suporte (chão de mercado) e a resistência (teto de mercado), acontecem toda vez que o mercado é rejeitado ao se aproximar de uma faixa de preço, não rompendo o piso nem o topo.

Um indicador muito utilizado para fazer essa análise é a média móvel. Sabendo que cada vela representa um intervalo e que cada risco indica o intervalo de preços negociado no tempo determinado, é possível fazer uma análise de gráfico candle e compreender as tendências.

Índice de Força Relativa (IFR) ou RSI

Para aprender a operar com o gráfico de candlestick, também é essencial entender o Índice de Força Relativa, que varia entre 0 e 100 e considera o mercado sobrecomprado, quando este está acima de 70, e o inverso, quando está abaixo de 30.

Para calcular esse índice, é preciso utilizar uma fórmula matemática que consiste na soma das cotações nos períodos de altas dividida pelo somatório dos períodos de queda. Após saber mais sobre como analisar o gráfico de candles, que tal efetuar um depósito?

Invista com a NovaDAX!

Após conhecer mais sobre o que é e como funciona um gráfico de candles, confira o site da NovaDAX e comece já a fazer seus investimentos de forma segura e prática. Confira também outros conteúdos em nosso blog e entenda mais sobre como operar no mercado financeiro!

Compartilhe

Leia mais