cross chain

Cross-Chain: saiba o que são as trocas entre cadeias

Imagine todas as blockchains conectadas umas com as outras, trocando informações e valores entre si. Mas como isso seria possível se as criptomoedas funcionam em plataformas diferentes? Parece distante, mas é possível.

Em muitos casos, o usuário para conectar diferentes blockchains tem que enviar fundos para uma exchange centralizada e baixar uma carteira da criptomoeda ou token. Esse processo dá trabalho, o usuário não usufrui dos benefícios do projeto blockchain da moeda, além de precisar de intermediários para realizar a transação.  

De modo geral, a comunidade de criptomoedas tem feito um esforço muito grande para que uma rede blockchain possa participar de outra rede blockchain.

Mas você já ouviu falar no termo cross-chain? Na tradução do inglês para o português, cross-chain significa cadeia cruzada. Cross-chain é uma tecnologia que visa melhorar a interoperabilidade (capacidade de um sistema de se comunicar com outro sistema) entre as blockchains. 

Resumidamente, uma tecnologia cruzada busca permitir a transmissão de informações e valores entre diferentes redes de blockchain. 

As redes blockchains operam isoladamente. A incapacidade de comunicação entre as redes impossibilitou as pessoas de aproveitarem os benefícios dessa tecnologia. Para a solução desse problema, foi criada a cadeia cruzada, isto é, o cross-chain. O objetivo do cross-chain é resolver esses problemas e permitir que os sistemas das diferentes redes blockchains se cruzem. Com essa tecnologia, é possível compartilhar informações sem a necessidade de um terceiro envolvido na transação. 

A interferência de um terceiro na operação parece dar mais segurança às pessoas, porém essa tecnologia supre essa necessidade com o seu método. Em um processo de retirada de dinheiro, a segurança é garantida, pois a cadeia cruzada permite a retirada do dinheiro das partes envolvidas. O depósito ocorre em um tipo de regime no qual a operação só é concluída quando ambas as partes aprovam a transação. Se uma das partes agir de má-fé, a parte que errou não poderá ter o controle dos fundos da outra parte.  

Vantagens da tecnologia cross-chain  

  • Não necessita de terceiros: a tecnologia cross-chain conecta as redes blockchains umas às outras. Com isso, elimina a necessidade de um terceiro envolvido para realizar a troca. 
  • Exchange não intermedeia as transações: para que ocorresse uma transação, era necessário ter um terceiro órgão envolvido, isto é, uma exchange. Com a tecnologia cruzada, não é necessária a interferência de uma exchange. 
  • Eliminação de taxas: qualquer operação requer taxas. Com uma exchange intermediando esse processo, era necessário desembolsar valores referentes às taxas. 
  • Facilidade: a tecnologia facilita a troca de valor, ou seja, converter o valor de uma criptomoeda ou token para outra criptomoeda e outro token. 
  • Carteira: a tecnologia permite a uma única carteira armazenar várias moedas ou tokens.

Desvantagens da tecnologia cross-chain

Apesar de ser uma tecnologia que traz bastante entusiasmo para quem investe em criptomoedas, ela também tem suas desvantagens. Vejamos: 

  • Carteiras deficientes: a segurança desse sistema consiste em condições muito claras e que garantam segurança ao usuário, porém, se forem utilizadas carteiras com alguma deficiência, é possível perder todo o dinheiro. 
  • Complexibilidade: a tecnologia pode ser um tanto complexa para quem está iniciando no mundo das criptomoedas.

Plataformas que promovem a tecnologia cross-chain

 Ripple: embora ainda esteja no início, essa plataforma tem um ótimo projeto no qual tenta explorar transações cruzadas entre blockchains. A plataforma tem se esforçado para que pessoas e entidades possam trocar várias criptomoedas por meio das diferentes redes blockchains. A plataforma já possibilita as transferências entre diferentes moedas por meio da rede global de parceiros RippleNet. 

  • Fusion: é uma plataforma que busca permitir transações entre cadeias. O objetivo da plataforma é facilitar a comunicação entre as partes, tanto centralizadas quanto descentralizadas, conforme os princípios da tecnologia cross-chain. Um ponto importante é que essa plataforma visa habilitar várias funções financeiras que vão desde o comércio de moedas virtuais até transações interorganizacionais. Outra característica é o mecanismo de segurança. A plataforma confia nos nós de contabilidade. A função dos nós é controlar as chaves da rede privada. 
  • Lighting: se baseia nos princípios originais cross-chain. Essa rede também possibilitou que as pessoas realizassem transações por meio de blockchains sem terceiros. 

Além dessas plataformas, existem vários outros projetos para melhorar a ponte entre as diversas redes blockchains, pois, cada vez mais, a cadeia cruzada é essencial para a tecnologia blockchain. 

Se, após essa leitura, você se interessou em comprar Bitcoin ou outras moedas, saiba que a NovaDAX é uma exchange com o maior número de cripto ativos do país. Além disso, na NovaDAX é possível negociar Bitcoin com taxa zero. Então aproveite e abra agora sua conta! 

Compartilhe

Leia mais